Prefeitos e secretários participam de Seminário Bolsa Família

by

Representantes dos Ministérios da Educação, Saúde e de Desenvolvimento Social, prefeitos, gestores, coordenadores e técnicos do Programa Bolsa Família, dos 217 municípios maranhenses, participam em São Luís do Seminário Fortalecimento da Intersetorialidade do Programa Bolsa Família no Estado do Maranhão.

prefeitos

O evento, iniciado nesta segunda-feira (28), foi aberto pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Francisco Gomes, e contou com a participação do secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, que na ocasião representou a governadora Roseana Sarney.

Para Luis Fernando Silva, o seminário representa uma mudança de rumos na implementação das políticas sociais no Estado, pois trata da intersetorialidade, que significa dizer que as políticas sociais são mais eficazes quando acontecem no mesmo tempo e no mesmo lugar.

"Por exemplo, a educação não pode andar distante da saúde. Essa é a premissa da inclusão social: levar ao mesmo tempo, para os mesmo seguimentos, a educação a saúde e os programas geradores de trabalho e renda", observou.

O Programa Bolsa Família adota uma prática intersetorial na qual as áreas de Assistência Social, Saúde e Educação assumem responsabilidades na gestão do programa, bem como no acompanhamento das famílias beneficiadas.

"O Bolsa Família é um programa importante do Governo Federal que tem o apoio da governadora Roseana Sarney; este seminário fortalece a intersetorialidade entre os órgãos que fazem parte das condicionalidades para que os municípios participem do Bolsa Família", destacou o secretário Francisco Gomes.

De acordo com o coordenador geral de Monitoramento do Programa Bolsa Família do Ministério da Educação, Marcos Antunes, e da consultora técnica da Coordenação geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Simone Costa, o Maranhão tem alcançado bons índices no que diz respeito à qualidade do cadastro dos beneficiários do Bolsa Família no país.

"Em relação às condicionalidades da educação, o Maranhão ficou acima da média nacional, que é de 88,8% da freqüência dos assistidos pelo Programa, destacou Antunes. O estado, também, ficou acima da media nacional em relação às condicionalidades da saúde, onde teve uma cobertura de 70,7%. A nacional foi de 68,42%.

FONTE:JORNAL PEQUENO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: