Estudo afirma que Bolsa Família não acomoda beneficiados

by

Por Leandro Sarubo

Estudo coordenado pela pesquisadora Clarissa Gondim Teixeira, do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (CIP-CI), órgão do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), afirma que a probabilidade de quem recebe o Bolsa Família estar trabalhando é maior do que entre pessoas da mesma faixa de renda que não participam do programa.

Segundo o levantamento, a taxa de ocupação de quem recebe o Bolsa Família pouco difere da referente a quem não recebe. Entre as razões para o cenário exposto, uma é destacada nas análises lançadas por aí – a condição de manter os filhos matriculados na escola para que as famílias sejam beneficiadas. O argumento é simples e direto: sem precisar cuidar das crianças, as mães disporiam de mais tempo para trabalhar remuneradamente.

“O Programa Bolsa Família não causa ‘desencorajamento’ ao trabalho”, avalia Clarissa Gondim. A pesquisa, sob o título “Uma análise da heterogeneidade do efeito do Programa Bolsa Família na oferta de trabalho de homens e mulheres”, foi publicada também em inglês e se baseia em dados colhidos pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD, feita pelo IBGE) de 2006, quando o benefício era válido apenas para famílias com renda per capita de até R$ 100 (hoje são R$ 140) e o valor máximo pago era de R$ 95 (hoje são R$ 200).

ver artigo completo…

Fonte: http://www.itu.com.br/economia-negocios/noticia/estudo-afirma-que-bolsa-familia-nao-acomoda-beneficiados-20100528

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: